Category: lingua

O OMG do mês: Cuore é mais poderosa que Starbucks

Colho a revista Cuore (por Xorna…) e topo com esta página:

Nom topades nada raro… mirade outra vez, polo miudo… nada? E neste destacado:

OMG!

O que Starbucks deturpou (mais) Cuore recupera. Um dez!

[Acho as  verdadeiras razons da publicaçons para empregar a forma histórica do nome do neno do escritor supergalego  bem simples, e internacionais…]

Somos Luso-Reintegracionistas e estamos orgulhosos!!!

[gv data=”uTvVnW8tC3o&eur” width=”425″ height=”350″][/gv]

Razom número….

Ideia original de Sheamais.

Com saias e a rachar II (Ou III, IV, V… MMCLXII)

Hoje na TVG podem desfrutar dum filme mui, mui, mui recomendável: Flesh+Blood.

Filme conhecido em Portugal como “Amor e Sangue”, no Brasil como “Conquista sanguenta”,  “La Chair et le sang” na França, “L’Amore e il sangue” em Itália, e “Los señores del Acero” em Espanha. E agora senhores, apostem por que título escolheu a TVG para esse filme…

O melhor que pode fazer ”A Galega” pola língua…

… é botar fora o insulto andante que é Luis de Matos e fazer um monumento a Sónia Araújo e um contrato permanente.


O titular (e a nova) pior redigido da história do jornalismo




Ou nom é?

O seu estatuto..

Mire, eu lle ofrecin un pacto, sr. Touriño, pa ter un Estatuto. Se acorda?

Alberto Nuñez Feijoo-

De todo o debate, no campo lingüístico, fiquei com esta afirmaçom de Feijoo…

Nom é pola horrível colocaçom dos pronomes, nem pola fonética castelhana, mas por essa falta de infinitivo conjugado que muda por completo o significado. Porque…

Opçom A: Feijoo emprega conscientemente a terceira forma do singular do infinitivo conjugado do verbo ter como fórmula de cortesia. Remarcando que o Estatuto de Autonomia é cousa de Touriño “Para ter vocês um estatuto”. Ergo, ele nom partilha do Estatuto.

Opçom B: [Ideia de Lourixe, eu nom reparara] Feijoo emprega conscientemente a primeira forma do singular do infinitivo conjugado do verbo ter. Remarcando que o Estatuto de Autonomia é cousa sua “Para ter eu um estatuto”. Ele e ninguém mais.

Opçom C: Feijoo emprega um infinitivo em forma nom pessoal e é um analfabeto que nom sabe que nesse contexto conjugar(mos) o infinitivo é obrigatório, para que ninguem entenda o A. Querendo ele dizer: “Olhe, eu oferecim-lhe um pacto, sr. Tourinho, para termos um Estatuto. Lembra?”

Opçom D: [Achegada por chimpin] Feijoo tento falar em Tourinhês para que o nosso Presidente-do-governo-que-ele-preside entendesse.

[As palavras cruzadas nom saem hoje por problemas de… memória]

Palavras cruzadas I [Com soluçom]

Depois do primeiro dia de folga num mês tenho oportunidade de fazer parvadas dessas das que tanto gosto e fam perder visitas o blog. Um dos meus vícios pessoais som os jogos de palavras cruzadas nos jornais, enfermidade que me chega por via materna, e sempre que tenho tempo passo umha horinha a fazer uns quantos. Mas por desgraça nom há materil em reintegrado, e em português padrão nom é accesível, assim que para achegar algo de utilidade quero iniciar umha série semanal de jogos de palavras cruzadas para que quem goste deste passatempo. Publicadas a sexta-feira e as soluçons a segunda, até que me canse.

HORIZONTAIS: 1. Perceberam cos ouvidos. 2.Mamíferos cetáceos árcticos com dente em forma de corno; Sexta nota da escala musical ocidental 3. Alomorfo da forma tónica dum pronome pessoal. Heleno com carências; çapatos de madeira com chatolas ou empanadas dozes 4. Irmao pequeno do canhom; o artigo masculino idem; Esta bem 5. Bíblica paciência a sua ; dedo medianinho 6. Polígono de incontáveis lados, xica!, artículo 7. Cavalo culto; Pronome átono 8. O que passou em Krakatoa; proteína da sangue achada graças um macaco 9. Sistema de locomoçom aérea; ferro da lareira para elevar a madeira 10. Piares do corpo, gargalhada. VERTICAIS A. Desejar algo de modo irracional ou por capricho; Era cosmológica B. Diz-se do pam azedo; deus do desejo C. Símbolo do cromo; Que está em todas partes D. Nais do vinho, elemento latino que significa sob, Oxigéno monoatómico E. Inteligência artificial; É a BDJD Como HAL é a IBM F. Queimaduras do chamiço G. Contrario atreve-se; elemento fissionável; neto de Maomede H. Unidade de exposiçom ionizante; apousento individual num convento; razom entre a longitude dumha circunferência e o seu diámetro. I. Pedras brancas de sulfato de cálcico. J. Marca de oposiçom; o primeiro num ritual; interjeiçom apelativa; a letra que falta para ter 13 dela.

 Actualizaçom segunda-feira: Para ver a soluçom, premer.

Paradigmáticos

-“Vine a defender el bilingüismo y la libertad, pero si empezamos con rollos en gallego yo marcho”

Tangallego na manife galegófoba na Corunha.

 

 

Bilingüísmo harmónico again!


Na compostelá rua de Santiago de Chile, nunca reparara nesta mostra perfeita de castrapo comercial!!