Category: Vida e milagres

Cenas típicas

Sim, marcho uns dias para a CIP.

Preme na linha para ver os desenhos dos colaboradores.
Read more »

A minha vida é estocástica

Sim, peguei umha enchenta de xkcd.

Estou vivo, mas sem conexom

A seguir com a tradiçom: Quando nom tenho conexom é quando passam zs cousas mais comentáveis.

A sim, saio na Voz (Le Horreur!)

Se escrevo menos no blogue…

A praia do meu avô

É mui difícil de explicar, mas ver está foto sempre fai que chore. Já hai mais dum ano que morreu meu avô e esta é a foto que mais me emociona. Na fotografia está ele deitado numha praia de Guinea, em 1957.

Nom sei, todo o que para mim foi ele parece ligado com esta imagem: um homem culto até o extremo, que por umha razom ou outra percorreou todo o todo o mundo, e que sempre mantivo umha actitude para com a vida mui especial. Firme nas suas ideias, conversador até a fim, temperalmental nas discusons, mas também  contemplativo, pousado com umha estranha capacidade para desfrutar de cada momento, goçar do silêncio e do passar da existência.

Quero pensar que até nos momentos mais duros da longa enfermidade que rematou com a sua vida o meu avô tinha essa praia no seu interior e fitava para esse mar.

Primeira entrada do ano 2009

Nom vou fazer compilaçom de todo o ano, que nom tenho muitas ganas. Só desejar feliz 2009 aos (poucos) leitores de blog.

Um pequeno tesouro dum minuto…

Já sabem a minha fília com um músico italiano inclasificável chamado Franco Battiato. Quem me conhece em pessoa sabem que goço em extase com umha cançom dele que já tenho publicado neste blog com anterioridade: Voglio vederti danzare. Nom só é umha formosa no ouvido, também tem um vídeo misterioso e hipnótico, do que também gosto muito.

Sempre que vejo o vídeo é com esta versom em Youtube. Hoje, embora e por puro acaso, topei esta versom que acrecenta um minuto mais no que Battiato fala um pouco com os nómadas. Umha conversa de quatro frases que som pura poesia. Sei, é a minha fília pessoal.

[gv data=”UwKPORtEmbY” width=”425″ height=”350″][/gv]

Há algo nas miradas desses homens, na su postura estática e no seu olhar quase hierático para o lume. E esse baile lento, singelo, até ridículo de Battiato contra umha parede comida pola areia. Nom é um video musical, é um exercício de arte.

Quando menos se esperam…aparecem!

Chapeu e tema do blog novos (Entrada em duas partes)

Parte banal

Xorna tem o mau costume de dar os regalos de aniversário antes de tempo. Ela é incapaz de manter o segredo, e já estamos num ponto no que chega a casa de lojas e já nem os agocha. Entre os que tinha hoje para o meu aniversário (que é a segunda feira) estava este chapeu. Vai-me dar muito serviço, agora que temos tanto frio. Também é que “já tenho idade para levar chapeu”.

Parte blogomilheira

Mudei o tema do blogue. Escolhim este,  que se chama Amazing Grace, porque deixa mais espaço para a anotaçom e tem mais protagonismo das cores. Assim contrasta um pouco com o anterior, e até é mais alegre -sem santurar-. Deixe a nuvem de tags, mas apaguei as categorias que leva o tema original sobre a coluna principal -tenho demasiadas categorias para isso-. Também engadim umha pequena listagem das minhas contas em redes sociais, nom chama demasiado à vista, mas pode valer; pode que pense em ponher uns iconos. Tenho alguns problemas, que tenho que ir solucionando:

– O tema permite ponher umha série de imagens que saem de jeito aleatório na parte superior esquerda, como se fossem fotografias. Gostei muito da ideia, porém tal como está desenhada blogaliza nom podo guardars as imagens na aba que indica o desenhador do blogue. Terei que esperar pola resposta de Goretoxo.

-Tivem problemas cos widgets de “oMeuLareta” -para ter os meus chios/twitteios no blogue, e levar assim um “microblogging”- e com um que permite ter umha lista dos livros que vou lendo. Por algumha razom apagam todos os elementos da coluna na que os incluo. Tenho que falar também com Gore e com o de Lareta.

Por outra banda quero ver como som as citas

The most exciting phrase to hear in science, the one that heralds new discoveries, is not ‘Eureka!’, but ‘That’s funny … -Isaac Assimov

A escuitar: Pink Floid- If

Material para estudo