Ontem morreu um clássico da história ecológica no meu dormitório

Que manchete mais terrível para um apontamento singelo

. Onte morreu definitivamente a lámpada de baixo consumo do meu dormitório. Quando vinhemos viver para este apartamento (há agora meio ano) já reparara na curiosa lámpada fluorescente. Era enorme e tinha um tempo de carga -até iluminar com a intensidade suficiente- era de mais de cinco minutos. No interior tinha os tubos dos fluorescentes modernos, arrodeados por umha ampola de vidro refratante enorme.  Funcionou sem problemas durante estes meses, até que começou a tremeluzir um pouco. Os últimos idas era já umha festa de zunidos e luzes. Nom a troquei por umha nova até ontem, por falta de tempo. Entom puidem estudar melhor a lámpada:

O modelo é um Philips SL*18 fabricado em Polónia. Com umha rápida procura em Google souvem que este modelo foi a primeira lámpada fluorescente de baixo consumo no mercado, que surpreesa! As lámpadas desse tipo estiverom no mercado de 1984 até 2001, com várias modificaçons. Com um pouco mais de investigaçom -tendo em conta a base branca, o lugar de fabricaçom e o tipo de cristal- fixei a data entre 1988 e 1994. Vou seguir investigando um pouco.

Curiosidade:

+Em internet há de todo.

A estuicar: Guild Report-Toto

  • By oko, Decembro 3, 2008 @ 9:26 p.m.

    tamén morreu mikel laboa
    🙁

  • By llik, Decembro 3, 2008 @ 11:35 p.m.

    Longa vida á nova compañeira!

  • By O'Xirarei, Decembro 3, 2008 @ 11:48 p.m.

    Na miña casa luguesa houbo unha así! De feito, chegou da tenda que tiña a miña nai, do escaparate, máis concretamente. Que duros eran os 90!!

  • By Galeguzo, Decembro 4, 2008 @ 12:21 p.m.

    Mimadrinha, quanta gente ociosa e o país sem fazer 😉

Other Links to this Post