O mais ráncido do espanholismo reage contra o Apalpador

A recuperaçom da tradiçom do Apalpador no nosso país é  umha das melhores ideias que tivo a Gentalha do Pichel. O sucesso do passeio do Apalpador -tam bem personificado– está demonstrado polo interesse desde muitos centros sociais e plataformas do país para participarem no projecto.

Porém cuido que a melhor mostra de éxito da reivindicaçom é que o sectores mais rancidos e extremistas do espanholismo anti-galego reagem com furibunda ira ante a recuperaçom e promoçom da nossa cultura. Assim o ultra-católico, ex-dirigente de Hazte Oir e “figura de referência digital”- ou isso acredita ele-   Elentir raiva contra a Gentalha, o reintegracionismo [1] e e a figura do Apalpador, com o nível de “nom sai nos três livrinhos que tenho, ergo nom existe” ou “os seus defensores som uns radicais malos” [2].  Também já falam do tema nos foros de referência para a galegofobia, graças ao próprio Elentir. E desde Corunha Liberal cotinuam com a sua campanha do ódio contra a valente  Ermitas -cumpre ter muita vontade para lutar pola nossa língua frente ao ninho de serpes bilingües que é a Corunha-centro-centro-  criticando com os mesmos “argumentos” a promoçom do Apalpador na feliticaçom das festas.

Se umha iniciativa nom fai bolha na delicada pele dessas criaturas é um mal sinal. Um projecto que melhore a nossa naçom tem que contar com umha oposiçom nas filas dos que a odiam ou a minimizam. Já  passa com o nacionalismo e o independentismo em geral, passa com o reintegracionismo, os movimentos sociais, a promoçom da língua e a cultura… e com o Apalpador!

[1] E eu nom vou caer na demagogia dalguns blogueiros e indicar o curioso feit de  a galegofóbia  disfarçada de “galego autêntico” sempre escrever dum jeito mui concreto… nom

[2] Outra vez,  déjà vu.

Actualizaçom: Periodista digital também pontifica sobre o tema, com insultos incluidos.

Actualizaçom: No blog do galegófobo Elentir falam desta entrada no meu idem, acompanhada dos choromiqueios clássicos.

Actualizaçom: Nom perder a nova em Meneame. E de obrigada leitura o apontamento do companheiro Gerardo.

  • By Daniel45, Decembro 26, 2008 @ 5:50 p.m.

    Parece que falar castelán en Galiza é delicto, só con ler este WEB entérase un de moitas cousas.

    Mira, coñezo os WEBs que citas e nengún deles odia a Galiza, así que un pouco de seriedade, por favor.

  • By odemo, Decembro 26, 2008 @ 6:23 p.m.

    E eu conheço também essas páginas e podo constatar que todas fam do espanholismo mais ráncido e do ódio e descrédito contra Galiza as suas bandeiras.
    E mui de pátio de escola ir choromicares nos comentários do tal Elentir na sua página sobre esta entrada. 😀

  • By Galeguzo, Decembro 26, 2008 @ 8:06 p.m.

    Jorl, e citas um artigo meu justo no único dia em que me “peta” o blogue ao intentar actualizar a versão do wordpress? 😛

    Parece que falar castelán en Galiza é delicto, só con ler este WEB entérase un de moitas cousas.

    E se lesses um bocadinho mais saberias que em galego se diz “delito”. Ânimo, que logo o consegues 🙂

    Mira, coñezo os WEBs que citas e nengún deles odia a Galiza, así que un pouco de seriedade, por favor.

    Só odeiam os nacionalistas galegos, a normalização linguística, as tradições autóctones, o sistema autonómico (“España se rompe!”), a decentralização administrativa… sigo?

  • By Galeguzo, Decembro 26, 2008 @ 8:08 p.m.

    Justamente agora comprovei que o blogue do tal Daniel45 também é um blogue desses nazi-onanistas espanhóis. A ver que lhe falo no seu idioma: tan guais que os creéis y no os lográis chupar la polla.

  • By Daniel45, Decembro 26, 2008 @ 10:08 p.m.

    Galeguzo, eu enténdote perfectamente no galego-portugués, ou galego reintegrado.

    O feito de levarvos a contraria non significa que sexa menos galego ca vos. De feito, falo o galego cando quero, non cando queredes vós.

    P.D: Cando ía ó colexio dicíase ”delicto”, non ando enterado dos cambios de normativa. Se agora dise ”delito” desculpade.

  • By Daniel45, Decembro 26, 2008 @ 11:22 p.m.

    Por certo, vexo que por aquí gústavos Franco Battiato.

    Noraboa, xa somos dous 😀

  • By Galeguzo, Decembro 27, 2008 @ 12:32 a.m.

    Daniel:
    1) Só faltaria que não entendesses.
    2) Uma cousa é levar a contrária. Outra cousa é a crítica a base de insultos (o uso do termo “nazionanista” no teu blogue é revelador).
    3) O de “delito” data de 2003. Não é tanto culpa tua como de uma Real Academia Galega muito particular… mas lendo este blogue aprenderias disto e mais.
    4) Nós não nos dedicamos a pôr carnés de galeguidade, e não lha negamos aos galegos que falem castelhano. Cousa diferente são os galegos que pensam como castelhanos e para os quais qualquer avanço do galego é uma ameaça… e assim pensam nos sítios anteriormente referidos e que situas nos favoritos do teu blogue.

  • By odemo, Decembro 27, 2008 @ 2:49 a.m.

    Isso de que nom repartimos carnés de galeguidade…
    http://odemo.blogaliza.org/2007/03/16/um-pouco-de-humor/
    😉

    Galeguzo, deixa que o amigo Daniel45 raive com o seu companheiro Elentir, homem. Mas nom lhe deas mais lenha, ou é que gosta você de alimentar os trölls? Mire o último que criou, que agora nom há quem o ature XD XD

  • By Galeguzo, Decembro 27, 2008 @ 1:18 p.m.

    O Demo… és um sacrílego! 😀

  • By chuzeiro, Decembro 29, 2008 @ 9:42 a.m.

    Onte suplantei o Daniel45 na merdenta web do Elmentir.Deberon quedar de pé

  • By Galeguzo, Decembro 29, 2008 @ 11:51 a.m.

    Mal feito, chuzeiro, porque Elentir, como administrador do seu próprio web ou blogue, tem acesso a todos os endereços IP dos usuários que ali participam habitual ou ocasionalmente… Vamos, que é difícil suplantar alguém de jeito convincente.

  • By odemo, Decembro 31, 2008 @ 12:56 p.m.

    chuzeiro Tome nota do que dixo Galeguzo. Nom gosto dessas piadas.

Other Links to this Post