A inumanidade feita país

A contagem de mortos no guetto de Gaza achega-se já até terrível linha dos 1000. Hoje pola manhá o porta-voz das forças sionistas cuspia o seu ódio na rádio espanhola. Som umhas palavras robóticas, inumanas, frias. Os primeiros minutos som o relato dum massacre que na boca de Gabriel Castellán (o dito porta-voz do exército sionista para os media de fala espanhola) som um processo burocrático. Segundo avança a entrevista e perceve que nom todos os seus argumentos racistas, as suas mentiras mediáticas e a sua fachenda de iluminado som compartilhados polos interlocutores  muda para um tom mais autoritário, mais emocional.

[Se nom vai, cá na página de RNE]

Para completar, um vídeo terrível. Fronteira com Gaza, a uns kilómetros os palestinos morrem sob o lume do ódio israelense, na linha do horizonte. Coches chegam até o monte, mesas para o café, binoculares, comentários “engraçados”, sorrissos, curiosidade, justificaçom do massacre.

[gv data=”Tjw8U0AcH4Q” width=”425″ height=”350″][/gv]

Os últimos inquéritos falam dum 90% de apoio ao genocídio (“operaçom militar”) entre a populaçom de Israel. Claro que esses dados só tenhem em conta os cidadans com direitos, políticos, nom a quinta parte dos habitantes, de origem árabe que já nom podem nem presentar partidos. No vídeo dos “turistas de guerra” umha rapariga diz que gostaria da total aniquilaçom de Gaza, que fica-se como um campo de obra, e que ela é  “um pouco fascista” e sorrí. Nom é ela, é Israel. Já som um estado fascista, a humanidade nom aprende dos erros.

Post Scriptum: Umha escolma das afirmaçons dos sionistas galegos, recolhida por Isca! Eu já nom me molesto em navegar por essas páginas.

  • By GaleguzoProvando, Xaneiro 13, 2009 @ 4:01 p.m.

    Repulsivo. Repulsivo. Repulsivo. Repulsivo. Repulsivo. Repulsivo. Repulsivo. Repulsivo. Repulsivo. Repulsivo. Repulsivo. Repulsivo. Repulsivo. Repulsivo. Repulsivo. Repulsivo. Repulsivo. Repulsivo.

    :'(

  • By Carlos Callón, Xaneiro 14, 2009 @ 12:37 a.m.

    É noxento.

    Parabéns aos xornalistas de RNE e da televisión de Dinamarca que fixeron esa pequena reportaxe. Temos que recoñecer o seu esforzo por superar a propaganda.

    Este domingo, Galiza será Gaza, como dicía hai pouco Elvira Souto. Vémonos na manifestación!

  • By Galeguzo, Xaneiro 14, 2009 @ 7:46 p.m.

    Carlos, precisamente andamos à procura de algum filólogo ou similar 😀

    http://agal-gz.org/uz/index.php/2009/01/13/desafio-filologico-a-procura-da-parrocha-original/

    A ver se podes aportar alguma ideia, que estamos intrigados!

Other Links to this Post