Pola rua…

fofito

-Mira mama un payaso.

-No hijo, es un chico.

Pois é o meu jersei favorito, e nom canta tanto… nom?

  • By Modesto, Decembro 15, 2006 @ 8:39 p.m.

    A min o peor que me dixeron foi un día nun ascensor: «mira, mamá, un señor gordo».

  • By Fer, Decembro 15, 2006 @ 11:50 p.m.

    Pois que raro… o muito mudou cos anos 😛

  • By A Randeeira, Decembro 16, 2006 @ 6:45 a.m.

    O peor que me dixeron a min nun ascensor, foron unhas rapazas de vintetantos que me chamaron señor e de vostede… fixeronme reflexionar sobre o tema da idade.

  • By Fer, Decembro 16, 2006 @ 8:55 a.m.

    Isso tem que doer 😉

  • By Rifenha, Decembro 16, 2006 @ 10:36 a.m.

    Não faças caso. è porque, na Galiza, todo o mundo veste roupa aborrecida, monótona e gris demais. Sobre tudo no inverno. Havias de ver aquí, em Marrocos, a variedade de roupa que hà. Só por esso, já é um espectáculo sair à rua.
    Os europeios bem-pensantes, sempre vão vestidos cortados polo vão, eàs vezes, mesmo pola cabeça-se levão garavata-
    Pessoalmente, o teu jersey encanta-me.

  • By petopitopato, Decembro 16, 2006 @ 12:28 p.m.

    Pinoquio!!! me dixeron con acento italiano nas ruas de París… levaba unha camisola tamén a raias horizontais, roxas e brancas. Fíxome gracia.
    Gosto do teu xersé, fala (ben) de ti 🙂

  • By odemo, Decembro 16, 2006 @ 1:12 p.m.

    Obrigado a todos polo apoio, mais nom estava indignado pola ocurrência da criança. Até rim um bo rato logo de comenta-lo com quem me acompanhava.
    Rifenha: Marroco está na minha agenda futura para algumha viagem 😀

    E passear com nenos pola rua propicia estos casos. A minha ex-afilhada um dia por El Madrid de los Madrides:
    -Mira primo que niño tan feo!
    Agrus!

    odemo=fer

    fer=odemo 😛

  • By Rifenha, Decembro 16, 2006 @ 3:16 p.m.

    Quando fum trabalhar a Barna, há mais de vinte anos, ía um dia com meus filhos no autobús e , no asento do lado, ía um homen negro.
    Eles, que nunca tal virão em Vimianço, a berrar:
    -Mamãe, um homen neghro!
    Eu mais encarnada que um tomate, fazia que não ouvia.
    _Tes que ver! É neghro de todo!
    Ao fim, o homen riu e eu também.

  • By paideleo, Decembro 16, 2006 @ 4:59 p.m.

    Os nenos son asi. O que me extranha e que reconheza esa roupa como normal e a tua cara tamen. O neno debia de ir vestido de negro monocolor ou gris.

    Unha filla dunha amiga mirou un negro por primeira vez na sua vida e preguntoulle a nai: Mama, que le pasa a ese senhor ?.

  • By madeleine, Decembro 16, 2006 @ 8:26 p.m.

    Pois faga caso, non serei eu quen lle discuta ó rapás en cuestión! Ejem, síntollo, aver se lle merco eu unhas prendas de postín prá que poidan dicir “mira mamá, el pallaso del otro día vestido de camarero…!”

    Jeje, pero que conste que EU NUNCA diría tal cousa

  • By madeleine, Decembro 16, 2006 @ 8:27 p.m.

    eh, por certo, o de pallaso con ll foi deliberado, aviso, non vaia ser…

  • By odemo, Decembro 16, 2006 @ 8:33 p.m.

    Nom, você calaria… retorcida que é 😉

  • By IaRRoVaWo, Decembro 17, 2006 @ 2:03 a.m.

    O “peor” que me dixo a min unha nena pequerrecha foi unha vez nunha cola (xa non lembro de que), cando eu tiña 17 ou 18 anos…

    – Mama, está ese señor delante.
    – No es un señor, es un chico.

    Pasou hai un ano ou dous fixome ver que xa non era un neno :'( xDD

Other Links to this Post