As cousas polo nome

etnofriki.png

Eu sou mui aberto. Gosto da convivência pacífica dos povos e das culturas, das línguas e da interculuralidade (palavra horrível). Confio em que um dia os espanhois deixem de odiar o resto de culturas da península e permeiem a sua mente fechada aos catalans, bascos, galegos… Mais cada dia chegam mais e mais evidências de que isso é um acto de fe. Um I want to believe estilo Fox Mulder. Algúns dim que as parvadas de estes dous nom som representativas do sentimentos dos espanhois para com nós… porém nom é a primeira, nem a segunda, nem a terceira…

Espanha é assim, nós nom.

Na foto:

Esquerda: Etnofriki imperialista que tem ereçons cos relatos de fantasia histórica sobre a EspaÑa milenaria e que colhe perrenchas vergonhentas se lhe chega umha carta com um selo em basco.

Direita: Saudoso franquista que diz que o castelhano é umha língua superior que se fala em toda a Península ibérica polo seu “magnífico e simples” sistema de 5 vogais.

  • By Uz, Maio 11, 2007 @ 7:49 p.m.

    Obrigado por este post, Fer! Eu tinha a tentação de fazer algo, mas não tinha estômago. A rua resolução, boíssima e sóbria.

    Dá para pensar também o facto de estes ‘democratas’ acreditarem em ‘imposições boas’ e ‘imposições más’. Triste e patético.

Other Links to this Post