Modelo de protesta para o Valedor galegofobo

 

D, _________________, maior de idade, com bilhete de identidade número __________, e com endereço _______________ e código postal_______

A [data]

ACHEGA OS SEGUINTES FEITOS

PRIMEIRO

Que segundo a lei 3/1994 do 18 de julho no seu artigo primeiro:

1.O Valedor do Povo é o alto comissionado do Parlamento de Galiza para a defesa, no ámbito territorial da Comunidade Autónoma, dos direitos fundamentais e as liberdades públicas reconhecidos na Constituiçom e para o exercicio das demais funçons que atribuidas por esta lei.

2. A actividade do Valedor do Povo estendera-se à tutela dos direitos individuais e colectivos emanados do Estatuto de Autonomia, em especial, os sancionados no seu título preliminar.

SEGUNDO

Que segundo essa mesma lei no seu artigo segundo

1. Poderá ser elixido Valedor do Povo qualquer cidadam que tenha a condiçom políticade galego, tenha pleno uso dos seus díreitos civís e políticos e conheza osidiomas oficiais de Galiza.

TERCEIRO

Que o Constituiçom de 1978 do Estado español afirma, no seu artigo terceiro:

2. As outras línguas espanholas seram também oficiais nas respectivas comunidades

autónomas dacordo cos seus estatutos.

3. A riqueza das distintas modalidades linguísticas de Espanha é um patrimonio cultural que será objecto de especial respecto e protecçom

E o Estatuto de Autonomia de Galiza estabelece no seu artigo 5 que o galego é a língua própria de Galiza. E engade nesse mesmo artigo:

3. Os poderes públicos de Galicia garantiram o uso normal e oficial dos dous idiomas, e potenciaram o emprego do galego em todos os planos da vida pública, cultural e informativa, e disporam os medios necesarios para facilitar o seu conhecimento.

4. Ninguém poderá ser discriminado por causa da língua.

QUARTO

Que em declaraçons ao jornal La Opinión de A Coruña e Faro de Vigo publicadas o dia 31 de Julho de 2007 o Valedor do Povo, Benigno López González, afirmou:

“-El principal inconveniente que puede tener el uso del gallego en la administración de justicia, es que puede resultar, en cierto modo, peligroso. Pero hay muchos jueces y magistrados que lo están usando. En un tipo penal concreto cambiar una palabra puede alterar completamente el tipo. No es lo mismo delitos contra el honor que delitos contra la honra y, sin embargo, honor y honra en gallego son el mismo término.”

QUINTO

Que em declaraçons ao La Voz de Galicia publicadas o dia 31 de Julho de 2007 ele mesmo afirmou:

“Que el gallego es una lengua muy hermosa. Pero si en la enseñanza se le exige el mismo nivel que a Matemáticas, Historia o Literatura los alumnos adquirirán una animadversión frente al idioma en lugar de tomarle cariño”

 

SEXTO

Que em entrevista concedida à canle de Televisom A Galega e emitida o 30 de julho de 2007 nom demostrou umha competência mínima de expresom oral em galego Embora o Valedor afirme ter o nível mais altos dos cursos oficiais de galego.

SÉTIMO

Que em entrevista concedida à Rádio Galega emitida no programa “Un Dia por diante” o 30 de julho de 2007 reafirmou a nula qualidade do seu galego já comentada no ponto anterior.

OITAVO

Que depois destas declaraçons galegofobas do Valedor do Povo sectores da cidadania galega manifestarom a sua condena pola actitude abertamente galegófoba do Valedor.


Dos feitos anteriores tira-se que:

PRIMEIRO

O Valedor do Povo, D. Benigno López, transmite coas suas declaraçons públicas um profundo sentimento em contra da língua própria de Galiza como ferramenta de comunicaçom. Qualifica de “perigoso” o seu emprego na Justiça com argumentos que nom tenhem base científica ou jurídica.

SEGUNDO

Que o Valedor do Povo ,demostra a sua percepçom gradada do galego sob o castelam como língua de cultura e comunicaçom coas suas declaraçons sobre o ensino em galego. Que perceve o galego como umha materia e nom como umha língua vehicular, e considera que os mecanismos educativos para a sua promoçom e dignificaçom nom se podem comparar cos do castelám (“Literatura”).

TERCEIRO

Que nom posue o nível necesario de galego para ocupar o cargo de Valedor do Povo

QUARTO

Que como cidadam galegofalante nom me sinto seguro e protegido por umha figura administrativa que demostra um profundo odio e desconhecimento para a minha cultura.

 

Por estas razóns solicito ao Valedor do Povo que:


COMO DEFENSOR DO CIDADAM TRAMITE PARA AS AUTORIDADES A MINHA SOLICITUDE DE CESAMENTO DO VALEDOR DO POVO NO SEU POSTO.

  • By Uz, Agosto 6, 2007 @ 8:04 a.m.

    Mimadrinha, se não fosse porque sou ciente de que vivemos num país surrealista… 😀

  • By Shea, Agosto 6, 2007 @ 10:22 a.m.

    e a onde havería que mandalo??

Other Links to this Post

  1. O demo me leve » Resposta do Valedor… — Setembro 10, 2007 @ 11:14 a.m.