Seleiçons inferiores e sicários do futebol

Onte desfrutei do partido da seleiçom “absoluta masculina” de Galiza, e no verbo desfrutar vai incluido papar um frio  de medo-nom sei como nom rematei no Meixoeiro com quatro dedas amputadas, como mínimo-aguardar umha hora e meia e escuitar a uns quantos siareiros “supergallegos” torcer em castelám pola equipa galega (Com um paradoxal “Español el que no bote“).

Todos sabemos que até que nom tenhamos a verdadeira oficialidade -que outras seleiçons de naçons sem estado nom tenhem problema para reivindicar- o menos importante destes partidos é o resultado, mas o espectáculo do futebol – do que gosto, para asombro dalgumhas- foi agradável.  O espectáculo metafutebolístico pola banda dos siareiros foi também bom, cousa que nom podemos dizer dos jogadores de Camarons. Uns denigrantes sicários do futebol que tiverom a todo um estádio aguardando mentras eles choravam polos seus denários de prata, e o mais vergonhento um Eto’o que empregou a escusa dum Rijkaard que nom tem problema quando tem que ceder jogadores para a catalá.

Como nota negativa extra a locuçom em Balaidos que nom duvidou em chantar a seleiçom absoluta feminia entre as “Seleiçons inferiores” (com os nenos e adolescentes) e também um ” E agora as seleiçons inferiores aguardam no campo pola sua superior: A absoluta masculina”… manda nabo.

  • By Dietrichv, Decembro 29, 2007 @ 1:55 a.m.

    Nom me esperava ver-te falar do circo…e nom venderas pam tambem???

  • By Boedense, Decembro 30, 2007 @ 12:34 a.m.

    “Seleccións inferiores”. Vaia metedura de zoco do locutor! Hai que ter un chisco máis de tacto, futuros locutores. Bo Nadal e Feliz Aninovo, Demo

Other Links to this Post