A verga de Quin…

Poderiamos pensar que Quin fala de tempos passados nos que a situaçom das espécies autóctones era melhor e sobravam os ramos verdes, em especial os do castanheiro ou do carvalho que se empregam para fazer cestos ou dumha melhor situaçom agraria no país, que empregava instrumentos mais tradicionais, e entóm sobravam os madeiros grossos que se levavam sobre a forqueta com a finalidade de colocar cordas, cabos, etc. ou os vencelhos de palha para atar os feixes. Também pode falar dumha navegaçom de tempos passados onde abundavam as perchas lavradas às que se sujeita a vela das dornas e outras embarcaçons. Ou podo estar exprimindo o seu descontento com a falta de interese do político conhecido polas suas vergas dos olhos ou sobrancelhas.Também pode ser que quixesse escrever o arcaicismo verba, e como o bê está mui perto do guê…

Nom sei se há outra opçom…

  • By J. Manuel, Abril 20, 2008 @ 6:36 p.m.

    A cartas de antes nom som como os e-mails de agora.
    Internet is for porn

    É-che o caralho…

  • By L.Q.B., Abril 20, 2008 @ 9:59 p.m.

    Aiiii, alghum merecia-che uns verghalhaços… 😛

Other Links to this Post