Déjà-vu e maré cheia

De isto para isto.

De isto para isto.

Já passamos a maré cheia dos direitos dos povos e das pessoas. Agora chega o momento de que os que nunca marcharom ataquem de novo…

[Gosto pouco de post pseudo-poéticos]