E houvo que ir a Sam Froilám… e com gosto!

Alé! Já chegamos do Sam Froilám, e assim rematei com umha dessas ignomínias -falta a de nom ter passado nunca por Ourense- que me perseguem. Estivem na melhor companha do mundo, escuitei o pregóm, vim os fogos de artifício, comim polvo, montei nas barracas, dim vários passeiso por fora, por riva e por dentro da afamada muralhas, cateia  noite da cidade, merque El Progreso como todo bom lugês, tomei algo no “Cafe del Centro” e até puidem observar umha boa tertúlia entre alguém que prometera estár lá e outros pessoeiros.

  • By mao-mao, Outubro 6, 2008 @ 8:26 p.m.

    …e coñeciches a un insigne persoeiro da noite luguesa -puño en alto e berro “anticonstitucional” incluídos- ao que inda non tiñas o gosto de lle estreitar a man!
    viiiva o San Froilán!

  • By Alba, Outubro 6, 2008 @ 11:12 p.m.

    Mui bom o blogue, meus parabéns!

    Está bem que haja gente assim de comprometida.

  • By O'Xirarei, Outubro 7, 2008 @ 12:30 a.m.

    Viva o polbo, viva Lugo e viva o San Froilán, coño ya! 😛

  • By feiranta, Outubro 7, 2008 @ 1:35 p.m.

    encántame que non comentara nada de que nos perdemos máis dunha vez e máis de dúas no autocar. Faltounos cantar “por el mar corren las liebres” ou “un elefante se balanceaba” para amenizar a loucura das estradas nun Polo. En fin, agradecida :p

  • By Galeguzo, Outubro 13, 2008 @ 1:25 p.m.

    Eu levo vários anos sem ir às festas luguesas, mas se chego a saber que poderia ter combinado com uma ‘troupe’ assim de animada, até o pensava melhor, hehe 😀

  • By suso, Outubro 17, 2008 @ 8:56 p.m.

    Eu nom te vim mas a minha companheira dixo-me que sim, que te vira na Praça Maior. Pena nom coincidir! 🙁

Other Links to this Post