Posts tagged: Engadir nova etiqueta

O mais ráncido do espanholismo reage contra o Apalpador

A recuperaçom da tradiçom do Apalpador no nosso país é  umha das melhores ideias que tivo a Gentalha do Pichel. O sucesso do passeio do Apalpador -tam bem personificado– está demonstrado polo interesse desde muitos centros sociais e plataformas do país para participarem no projecto.

Porém cuido que a melhor mostra de éxito da reivindicaçom é que o sectores mais rancidos e extremistas do espanholismo anti-galego reagem com furibunda ira ante a recuperaçom e promoçom da nossa cultura. Assim o ultra-católico, ex-dirigente de Hazte Oir e “figura de referência digital”- ou isso acredita ele-   Elentir raiva contra a Gentalha, o reintegracionismo [1] e e a figura do Apalpador, com o nível de “nom sai nos três livrinhos que tenho, ergo nom existe” ou “os seus defensores som uns radicais malos” [2].  Também já falam do tema nos foros de referência para a galegofobia, graças ao próprio Elentir. E desde Corunha Liberal cotinuam com a sua campanha do ódio contra a valente  Ermitas -cumpre ter muita vontade para lutar pola nossa língua frente ao ninho de serpes bilingües que é a Corunha-centro-centro-  criticando com os mesmos “argumentos” a promoçom do Apalpador na feliticaçom das festas.

Se umha iniciativa nom fai bolha na delicada pele dessas criaturas é um mal sinal. Um projecto que melhore a nossa naçom tem que contar com umha oposiçom nas filas dos que a odiam ou a minimizam. Já  passa com o nacionalismo e o independentismo em geral, passa com o reintegracionismo, os movimentos sociais, a promoçom da língua e a cultura… e com o Apalpador!

[1] E eu nom vou caer na demagogia dalguns blogueiros e indicar o curioso feit de  a galegofóbia  disfarçada de “galego autêntico” sempre escrever dum jeito mui concreto… nom

[2] Outra vez,  déjà vu.

Actualizaçom: Periodista digital também pontifica sobre o tema, com insultos incluidos.

Actualizaçom: No blog do galegófobo Elentir falam desta entrada no meu idem, acompanhada dos choromiqueios clássicos.

Actualizaçom: Nom perder a nova em Meneame. E de obrigada leitura o apontamento do companheiro Gerardo.