Posts tagged: TVG

Que é regionalismo? Regionalismo és ti…

Mais umha vez o companheiro mourullo achega um material de primeira qualidade. Um pode escrever linhas e linhas sobre umha definiçom ajeitada de regionalismo em contraposiçom com o nacionalismo soberanista, mas o documento gráfico que apresentamos fai por dez tratados políticos. Umha verdadeira pérula da TV galega e da supeditaçom total dos media do país ante o aparelho do estado espanhol que teria que vir incluida como material audiovisual nos livros de texto.

Bom dia para ponher este vídeo, após a «piada» que conmocionou a rede ontem.

Chuzame! A Facebook A Twitter

Mondariz (III): Reportagem na TVG, em castelám e cos quartinhos de todos

Hoje pola manhá, quando estava a preparar as malas para passar uns dias na Corunha, liguei o televisor e visionei uns minutos do programa de cozinha da TVG.. Já comentei -neste blogue ou na Vida Real- que o apresentador causa em mim umha profunda sensaçom de desacougo, pola sua estranha atitude diante das cámaras, mas isso nom é comparável coa raiva e o enjoamento produzido pola reportagem publicitária inserida no programa por Mondariz Balneario. Na página web da CRTVG aínda nom subirom o vídeo –vam com um mês de atrasso- mas a questom é que num momento  o cozinheiro da passo para a reporteira do programa, e durante uns cinco minutos temos umha reportagem publicitaria no laboratorio de Mondariz, na que sempre se está a falarem castelá, sobre a parte esquerda superior do ecram está umha marca de auga que di «Publicidade»,  mas no resto tem a imagem dumha reportagem do programa.

Eu nom vejo o programa todos os dias, porém conheço as secçons habituais e sei que esta publicidade nom é a norma. O programa consta da preparaçom da receita, os comentários da espertar em nutriçom e umhas reportagens -de caracter informativo e divulgativo, nom publicitário- com umha reportéira que visita mercados galegos, tendas especializadas, locais de hostaleria com algumha importáncia pontual -preparam alguns pratos com produtos da estaçom-, reportagens quase próprias de A Revista, na mesma canle. O que nunca aconteceu, até agora, é que a secçom no programa fosse substituída por publicidade que adopta a estética da reportagem habitual. Ao menos tenhem decência avondo para sobre-imprimirem umha marca de auga de “Publicidade”.

Nom defenderei cá umha ligaçom entre a campanha de boicote, e a paralela de difusom da atitude galegófoba da empresa “Aguas de Mondariz”, com essa publi-reportagem inserida de jeito anómalo num programa da televisom galega. Nom sei com quanto tempo de previsom gravam e montam o programa, assim que nom tenho jeito de saber se o emitido já estava preparado desde antes do começo da polémica. Embora a reportagem perse é umha mostra perfeita das posiçons dessa empresa contra o galego e a cultura galega: Já sabemos que defendem -cos clássicos argumentos pueris- o uso em exclusiva de castelhano e inglês para sua comunicaçom internacional, mas agora comprovamos que os seus encarregados de publicidade e criaçom de imagem consideram que empregarem a língua galega para umha reportagem na única televisom que -até a chegada do segundo canal da TVG e dos portugueses- emite em galego, para Galiza, e tendo como interlocutor que fai as perguntas nessa língua, é desnecessário.

Já doe normalmente ver como a Galega segue a aceitar anúncios publicitários em castelhano, deixando à “boa vontade” da empresa a dobragem. Mas o feito, nada novo, de que o ente ou as produtoras às que merca o programa, usem directamente a imagem de marca dum dos espaços para gravarem umha peça de publicidade em castelhano, com umha empresa que nas últimas semanas demonstrou o seu nulo compromisso, e até ódio, pola cultura e língua do nosso país… dá nojo.

A escuitar: Night Ride Across the Caucasus – Loreena MacKennit

Chuzame! A Facebook A Twitter